A Simplicidade das Coisas — Augusto Martini

janeiro 16, 2011

PIETÁ – a obra prima de Michelângelo

Repasso e agradeço ao amigo Egberto que me enviou com o texto abaixo.

Gosto daquela história, pouco importa se verdadeira ou não, de que, quando perguntado a um escultor famoso como conseguia transformar blocos de pedra em formas tão perfeitas, ele teria dito simplesmente: “mas é muito fácil: se quero fazer um cavalo por exemplo, só tenho que pegar a pedra e tirar tudo que não é cavalo!”

Tudo é Sagrado: cabe a cada um de nós o que quer fazer com seus blocos de pedra.

Muitos de vocês já devem ter visto a Pietá de Michelangelo na Basílica de São Pedro (Vaticano), mas não tiveram oportunidade de ver os detalhes que aqui são mostrados (rostos, dedos, músculos, veias, feridas, tecido, etc.), em especial as expressivas feições dos rostos, feitos com extraordinária precisão (e em um só monolito de mármore).

Vale lembrar que Michelangelo di Lodovico Buonarroti Simoni (este era seu nome completo), 1475 – 1564, trabalhava para a família dos Medici de Florença (seus mecenas), e os Papas (em Roma) por eles apoiados.

Quando criança foi mimado pela mãe, que morreu quando ele tinha 6 anos de idade; a falta da mãe se revela na delicadeza e afeição dedicada à Pietá.

Tornou-se artista (pintor, escultor, poeta, arquiteto), contra a vontade do pai, de família nobre (mas falida) que considerava sua atividade não digna para o prestígio da família. Era um pouco deformado fisicamente e desengonçado (feio), e, provavelmente, por isso, se dedicou a representar corpos perfeitos.

Vejam a apresentação abaixo sem pressa. A arte, na mais pura acepção da palavra. Deleitem-se!

pieta_miguelangelo

Anúncios

2 Comentários »

  1. É assim que temos o que admirar.Não são todos, que tem esta dádiva.

    Curtir

    Comentário por Irany — janeiro 16, 2011 @ 19:09 | Responder

  2. O que torna um Ser Humano especial? Michelângelo não era belo, perdeu sua mãe ainda criança… poderia ser mais um a lamentar a má sorte, mas não, produziu Arte. Sim, ele tinha o dom, o talento, mas sobretudo dominava a técnica, e segundo uma professora de Educação Artística(dos tempos de colegial) ele conhecia a Anatomia Humana, daí a perfeição de suas esculturas.

    Curtir

    Comentário por Emília — janeiro 16, 2011 @ 19:42 | Responder


RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Obrigado por assinar o meu blog! Espero que goste!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: