A Simplicidade das Coisas — Augusto Martini

outubro 5, 2010

“Non, Je Ne Regrette Rien” significa “Não, não me arrependo de nada”

Estive pensando que eu quero poder chegar ao fim da minha vida com a mesma sensação que tenho hoje. Sentindo que chorei, que sorri, que aprendi, que melhorei, que construí e que cresci. E que, principalmente, não me arrependo de nada do que fiz.

Escrevendo isso, lembrei do filme “Piaf”. Assistiram? Se não viram, vejam! E preparem-se para grandes emoções.

Ouçam Cássia Eller cantando “Non, Je Ne Regrette Rien”, música final do filme e depois contem-me o que sentiram e se puderem e quiserem respondam: o que você faria se só lhe restasse esse dia?

Anúncios

4 Comentários »

  1. Viva da melhor maneira que você achar que vale a pena. Não esqueça que todos nós somos iguais aos olhos de Deus. Ninguém é perfeito temos defeitos e também qualidades, e devemos sempre confiar em nossas decisões… Deus fez de você sua imagem, Ele acredita em você Ele sabe que você é capaz… Siga a felicidade corra atrás dela as horas passam, os dias passam e a gente envelhece, apesar de que deve ser maravilhoso poder chegar à velhice.

    Curtir

    Comentário por Irany — outubro 5, 2010 @ 23:13 | Responder

  2. Quando fui ao Ceará (Juazeiro do Norte), Raimundo Fagner estava em uma cidade próxima (Barbalha) lançando em “primeira mão” sua música Noturno/Coração Alado e quando voltei prá São Paulo tinha a música decorada e cantava o tempo, minha família achou a música estranha…mas todo mundo sabia que eu gostava de Raimundo Fagner e de seu modo pouco refinado de falar de suas dores… Depois a música foi lançada em todo país e teve relativo sucesso. Simplificando mais ainda a visão de Vida a música Emoções de Roberto Carlos define muito bem a Vida. Gosto do Roberto Carlos embora não seja uma fã entusiasmada…

    Curtir

    Comentário por Emília — outubro 6, 2010 @ 2:02 | Responder

  3. Je n’y croyais plus, puis tu es venu.
    J’étais tellement blesé, que je ne voulais plus rien.
    Mais avec patience et respectant mon silence, redoublant de tendresse, tu as apprivoisé mes caresses.
    Aujourd’hui, je ne regrette rien…
    La vie est belle, le bonheur est dans tes yeux…
    Mes doigts passant dans tes cheveux…
    Je veux remplir notre vie…
    Et que cela dure toujours.

    Curtir

    Comentário por alim soares — outubro 6, 2010 @ 19:39 | Responder

  4. Querido, o que eu sinto? O vigor de uma estrela que estava prestes a se apagar e, ainda assim, brilhou como nunca, deixando uma msg maravilhosa ao mundo: “só se arrepende, que tiver em si a culpa cristã, há séculos encrustada em nossas mentes”. Que viva o edonismo sem egoísmo. Bjs, Fernando

    Curtir

    Comentário por Fernando Silva Teixeira Filho — outubro 7, 2010 @ 0:14 | Responder


RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Obrigado por assinar o meu blog! Espero que goste!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: