A Simplicidade das Coisas — Augusto Martini

outubro 1, 2010

Paranapiacaba – um pedaço da Inglaterra nas proximidades de São Paulo

Chegando em Paranapiacaba

Paranapiacaba é uma pequena vila, que com a particularidade de seu clima somado a paisagem se assemelha a um local do norte da Europa. E parece que o tempo úmido e frio em um país tropical, atraiu para esse lugar residentes do velho continente, que importaram não somente os costumes, mas também um estilo arquitetônico que muito pouco se parece com o resto do Brasil.

Casa típica da Vila de Paranapiacaba

A Vila descança

Paranapiacaba se encontra dentro do município de Santo André, no estado de São Paulo, e foi desde o seu início o centro de controle operacional e residência de funcionários da empresa ferroviária britânica na região. Portanto, os nomes em Inglês são inconfundíveis em suas ruas e edifícios, com casas de madeira e um desenvolvimento urbano planejado nos mínimos detalhes. O céu está quase sempre nublado e com neblina constante, recriando o ambiente perfeito para que os colonos Inglêses se sentissem em casa.

Placas que sinalizam as ruas da Vila de Paranapiacaba

Um dos galpões da Ferrovia

A imponência do relógio trazido da Inglaterra

A velha torre do relógio domina o centro da cidade e ainda está em funcionamento, de modo que encontramos em Paranapiacaba uma cidade que evoca um reduto em Londres, apesar de rodeada por uma paisagem exuberante e com ótimos lugares para caminhar, com trilhas demarcadas, lindas cachoeiras, enfim, um convite para curtir a natureza. A cidade tem museus como o Museu do funicular, com objetos que contam muito da história das ferrovias na região, e o Museu do castelo que fica em uma colina, construído pelo engenheiro-chefe que conduziu o tráfego de trens. Dizem que essa casa é assombrada!

Visão geral da Vila de Paranapiacaba

Museu do Castelo - casa que dizem ser assombrada!

Hora do descanço em Paranapiacaba

Para chegar a Paranapiacaba, você pode pegar o trem da linha 10 da CPTM até a estação de Rio Grande da Serra, e de lá seguirá de ônibus, que tem uma freqüência entre 30 minutos a uma hora, dependendo do dia da semana. Vai ser um passeio, no mínimo, curioso, ao descobrir um refúgio mais adequado para a Inglaterra em pleno país tropical. Ecoturismo e natureza completam um destino inesquecível. Verá por lá muitos turistas, principalmente japoneses e inglêses, que ficam maravilhados com a paisagens e pousadas em funcionamento.  Para comer você terá algumas opções interessantes  e todas caseiras. Alguns doces e sorvetes feitos com frutos da Mata Atlântica, são deliciosos! Vale a pena conferir!

A ferrovia ainda em ação

11 Comentários »

  1. Creio que um dia iremos os tres até lá

    Curtir

    Comentário por Irany — outubro 1, 2010 @ 21:44 | Responder

  2. Com tantas belezas que Deus coloca a nossa disposição e que nem damos conta cabe a seguinte frase: “Os dias vão e vêm como figuras silenciosas e ocultas enviadas de uma adorável festa distante, mas elas não dizem nada, e se nós não usamos os presentes que elas trazem, elas os carregam de volta silenciosamente.” By Ralph Waldo Emerson

    Curtir

    Comentário por Emília — outubro 1, 2010 @ 23:34 | Responder

  3. ja fui la e é uma das cidades mais q lindas q conheci…espero conseguir voltar la d novo..rsrs..MARAVILHOSO..

    Curtir

    Comentário por jucyllene — setembro 23, 2011 @ 10:53 | Responder

  4. nao gostei muito n fala nada do funcionamento de paranapiacaba…

    Curtir

    Comentário por maria — outubro 9, 2011 @ 14:37 | Responder

    • Agradeço pela visita ao blog. Infelizmente quando escrevi o post não tinha muitas informações sobre Paranapiacaba. Mas, se vc souber de mais detalhes, escreva de novo e acrescente coisas novas ao texto. Dê sua contribuição.
      Abraços.
      Augusto

      Curtir

      Comentário por Augusto Martini — outubro 9, 2011 @ 18:28 | Responder

    • Agradeço pela visita ao blog. Infelizmente quando escrevi o post não tinha muitas informações sobre Paranapiacaba. Mas, se vc souber de mais detalhes, escreva aqui e acrescente coisas novas ao texto. Dê sua contribuição.
      Abraços.
      Augusto

      Curtir

      Comentário por Augusto Martini — outubro 9, 2011 @ 18:29 | Responder

  5. Olá pessoal, este final de semana eu irei lá, depois conto pra vocês, para quem gosta de natureza, assim como eu, vou adorar, quem não curte, melhor ficar na avenida Paulista, centro de SP, Liberdade, eita lugares estressados…

    Abraços a todos internautas…

    Curtir

    Comentário por Carla Vanessa — fevereiro 16, 2012 @ 18:28 | Responder

    • Oi Carla.
      Se tiver tempo, faça uma das trilhas que tem por lá. Vale muito a pena.
      Abrs.

      Curtir

      Comentário por Augusto Martini — fevereiro 16, 2012 @ 18:34 | Responder

  6. Pena que esta tudo destruido.

    Curtir

    Comentário por Carlos Z Jnr — agosto 30, 2013 @ 18:02 | Responder

  7. […] Paranapiacaba – um pedaço da Inglaterra nas proximidades de São Paulo […]

    Curtir

    Pingback por Santana de Parnaíba – um reduto colonial dentro da maior metrópole brasileira! | A Simplicidade das Coisas — Augusto Martini — outubro 7, 2013 @ 9:45 | Responder


RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Obrigado por assinar o meu blog! Espero que goste!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Pensieri Parole e Poesie

Sono una donna libera. Nel mio blog farete un viaggio lungo e profondo nei pensieri della mente del cuore e dell anima.

DISCUTINDO CONTEMPORANEIDADES

Escrito por PROF RAFAEL PORCARI, compartilhando sobre futebol, política, administração, educação, comportamento, sociedade, fotografia e religião.

Saia de viagem

Em frente, sempre.

Mulher Moderna

Fazendo de tudo um pouco.

Memórias de Tereza

Um blog de memórias, recordações e lembranças familiares

Blog da Reforma

Um dia esta reforma acaba!

%d blogueiros gostam disto: